7 exemplos de avaliações regulares e por que aplicá-las na sua Instituição

avaliações regulares

Sumário

A importância das avaliações para o processo pedagógico é inquestionável.

Desde a testagem dos conhecimentos dos alunos, passando pelo amadurecimento dos processos internos das Instituições até a construção da educação do futuro, são diversas as funções deste método que sempre se reinventa, mas nunca sai de moda.

E justamente por cumprir diversas funções, existem também diversos tipos e subtipos de avaliação.

Neste texto, abordaremos o tipo mais comum de todos: as avaliações regulares.

Presentes em todas as Instituições de Ensino, elas são conhecidas de todos os profissionais da educação, mas será que você sabe realmente todas as suas possibilidades? Descubra agora!

Importância das avaliações regulares

Começando pelo começo: o que são as avaliações regulares?

Tratam-se daquelas avaliações previstas nos planos de aula desde o início do ano letivo.

Podem ser aplicadas mensalmente, bimestralmente ou semestralmente, e têm por objetivo avaliar o progresso no aprendizado dos alunos. Elas também são conhecidas como avaliações somativas

Por essas características, as avaliações regulares (ou somativas), se diferem de outros modelos de avaliação, como a avaliação formativa e a diagnóstica, que olham muito mais para os pontos fortes e fracos da Instituição e sua metodologia do que para o aluno em si.

Aqui, o objetivo é avaliar a evolução do aluno ao longo daquele período, garantindo que ele esteja pronto para seguir a sua jornada de aprendizado.

Alguns pontos importantes sobre as avaliações regulares:

  • São exigidas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) como parte de um processo de aprendizado contínuo e cumulativo.
  • A periodicidade deve ser avaliada pela Instituição, o importante é que a quantidade não se sobreponha à qualidade das avaliações.
  • Seus resultados e os dados obtidos devem ser analisados para que o ensino da Instituição seja sempre aprimorado.

Já que falamos sobre outros tipos de avaliação: leia mais sobre eles clicando aqui!

7 exemplos de avaliações regulares

Veja abaixo os 7 principais tipos de avaliações regulares, suas características e como elas podem ser aplicadas na sua Instituição.

Provas das disciplinas ofertadas

Os tipos mais comuns de avaliações regulares são as realizadas para medir o conhecimento do aluno em cada uma das disciplinas que são ministradas a ele.

A quantidade de avaliações deste tipo a serem realizadas ao longo do ano, bem como a sua influência na média geral do aluno, ficam a cargo do professor e da coordenação.

O importante é que sejam aplicadas com uma periodicidade regular o suficiente para ter um panorama da curva de aprendizado do estudante sem sobrecarregá-lo com uma quantidade excessiva de provas.

A maioria das Instituições costuma aplicar essas avaliações a cada 2 ou 3 meses.

Provas finais

É uma exigência do MEC que os alunos façam, pelo menos, uma prova por semestre.

A nota dessa prova, geralmente, terá peso determinante na decisão se o aluno avançará ou não para a próxima série ou etapa do curso.

Diferentemente da modalidade anterior, que testa os conhecimentos aplicados em um curto período, as provas finais costumam abordar todo o conteúdo do semestre ou até mesmo do ano letivo.

Avaliação de recuperação

Caso o aluno não obtenha a nota necessária para passar na prova final, existe o terceiro tipo de avaliação regular: a recuperação.

Consiste em uma prova elaborada a partir do mesmo conteúdo da prova final, porém com outras questões, com o objetivo de dar uma nova oportunidade ao aluno de demonstrar os seus conhecimentos.

Na maioria das Instituições, caso o aluno consiga obter uma nota maior na avaliação de recuperação, a nota da prova final será substituída.

Prova substitutiva

Similar à avaliação de recuperação, a prova substitutiva também engloba o mesmo conteúdo da prova final.

A diferença é que, ao invés de ser aplicada para os alunos que não alcançaram uma nota satisfatória, a prova substitutiva é um recurso para aqueles alunos que não puderam realizar a avaliação na data prevista por motivo de força maior.

Geralmente, as Instituições exigem um atestado médico ou o pagamento de uma taxa para aplicação da prova substitutiva, que costuma ser realizada em data já prevista no calendário acadêmico.

Prova de progresso parcial escolar

Entre as avaliações regulares também temos a prova de progressão parcial escolar.

Ela é aplicada dentro do Regime de Progressão Parcial (PP), que prevê que um aluno que não tenha atingido a nota mínima em alguma matéria, possa, ainda assim, avançar para a próxima turma.

Desta forma, ele avançaria nas matérias em que obteve nota satisfatória e criaria uma dependência naquelas em que não conseguiu alcançar a média.

Apesar de se tratar de uma medida controversa, o objetivo da progressão parcial é nobre: diminuir os índices de repetência e manter os alunos motivados, fazendo com que eles só revisitem os conteúdos necessários, evitando a desmotivação e a evasão escolar.

Ao final da dependência, o aluno deverá realizar a prova para poder, enfim, passar de ano naquela matéria.

Leia mais sobre o Regime de Progressão Parcial clicando aqui!

Trabalhos avaliativos interdisciplinares

Quem disse que as avaliações regulares precisam ser necessariamente provas com questões alternativas ou dissertativas?

Uma forma mais dinâmica e moderna de avaliar os alunos é através de trabalhos interdisciplinares.

A vantagem desses trabalhos é que, além de avaliar a absorção do conteúdo, outras competências também podem ser analisadas como:

  • Senso crítico
  • Capacidade de trabalhar em grupo
  • Habilidades com dispositivos digitais
  • Organização e senso de responsabilidade
  • Aplicação prática dos conteúdos estudados

Esses trabalhos podem ser individuais ou em grupo, em sala de aula ou extraclasse. Pode ser uma roda de debates, um jogo interativo ou a produção de um vídeo. O céu é o limite, o importante é que o máximo de conhecimentos e habilidades dos alunos sejam testados.

Leia mais sobre os projetos interdisciplinares clicando aqui!

Avaliação inteligente

Por fim, temos uma modalidade de avaliação regular moderna e que pode abraçar todas as outras a fim de tornar o processo pedagógico mais moderno e eficiente.

Trata-se da avaliação inteligente (também conhecida como avaliação adaptativa).

Através de um Sistema de Gestão de Provas, a avaliação realizada pelo aluno é corrigida automaticamente e uma Inteligência Artificial gera uma nova prova somente com as questões que o estudante errou.

Dessa forma, garantimos que a avaliação não seja a etapa final do aprendizado, e sim mais um passo em direção à construção do conhecimento.

A ideia é que o aluno realize essa nova prova pouco tempo depois da anterior, como forma de fixar o conteúdo que não havia sido absorvido anteriormente.

Isso retira o caráter punitivo das avaliações, transformando-as em um reforço positivo na busca pelo saber.

Leia mais sobre a avaliação inteligente clicando aqui!

avaliações regulares

Como implementar essas avaliações na minha Instituição

Conforme citado no tópico anterior, para poder aplicar todos os tipos de avaliações regulares com excelência é necessário adquirir um Sistema de Gestão de Provas.

O Sistema de Gestão de Provas é um software responsável por gerir todos os processos avaliativos da Instituição de Ensino.

Com ele, as avaliações são realizadas com muito mais qualidade, agilidade e seus resultados são facilmente transformados em melhorias para o processo pedagógico.

Algumas das funções de um Sistema de Gestão de Provas são:

  • Auxílio no planejamento do calendário de provas.
  • Elaboração das avaliações de forma automática, através de um banco de questões editável.
  • Organização da logística para aplicação das avaliações, sejam elas presenciais ou online.
  • Correção automática das questões com Inteligência Artificial.
  • Análise dos resultados e exibição de relatórios que ajudam na formulação de estratégias pedagógicas.

Leia mais sobre o Sistema de Gestão de Provas da Prova Fácil clicando aqui!

Conheça as soluções do Ecossistema Conecta!

A Prova Fácil se uniu com a Delinea EdTech, empresa especializada em soluções para educação, e juntas formaram o Ecossistema Conecta!

Nesse ecossistema, você encontra o melhor dos dois mundos: soluções para gestão de provas juntamente com materiais educacionais exclusivos e de variados formatos.

Dessa forma, sua Instituição poderá abraçar a educação do futuro de todas as frentes, garantindo excelência nas variadas etapas do processo pedagógico: da elaboração de conteúdos às avaliações regulares, da experiência do aluno ao bem-estar dos professores.

Fale com nossos especialistas e saiba mais sobre o Ecossistema Conecta!

Compartilhe este conteúdo:

Posts relacionados:

Processo seletivo humanizado

Processo Seletivo Humanizado

No competitivo mercado de trabalho atual, as empresas estão constantemente buscando maneiras inovadoras de atrair e reter os melhores talentos. Uma abordagem que tem ganhado

Leia mais

Inscreva-se em nossa Newsletter

Toda semana dicas e conteúdos educativos da Prova Fácil para você!