O que são as disciplinas eletivas do novo Ensino Médio?

Sumário

Durante os últimos anos, muito se falou sobre o Novo Ensino Médio e as mudanças que ele traria para a Educação Básica. Dentre essas mudanças estão as disciplinas eletivas, que passam a fazer parte da nova grade curricular.

Mas, antes de entendermos o que são as disciplinas eletivas, devemos compreender o contexto geral do Novo Ensino Médio.

Afinal de contas, o que muda de fato? Até que ponto vai a tão alardeada “liberdade do aluno”?

O Novo Ensino Médio já é uma realidade?

Primeiramente, é preciso lembrar que o Novo Ensino Médio deixou de ser um projeto e já se transformou em realidade.

A sua implementação em todas as escolas da rede pública e privada tornou-se obrigatória a partir do início de 2022 e será feita em três etapas:

  • Em 2022, a nova modalidade foi implementada apenas no 1º ano do Ensino Médio.
  • Em 2023, o modelo passará a abranger o 1º e 2º anos.
  • A partir de 2024, os 3 anos do Ensino Médio de todas as escolas brasileiras serão contemplados.

Além disso, para acomodar o novo modelo, as escolas precisarão fazer uma ampliação na sua carga horária: passando para 1.000 horas anuais ainda em 2022 (o equivalente a cinco horas diárias) e chegando a 1.400 até 2024 (o equivalente a sete horas diárias).

Como é a divisão de disciplinas e conteúdos do Novo Ensino Médio?

A divisão da grade curricular do Novo Ensino Médio funcionará da seguinte forma:

  • Disciplinas obrigatórias: compreendem matérias como português, matemática e inglês.
  • Projeto de vida: componente curricular que tem por objetivo auxiliar o aluno a pensar e decidir os rumos da sua vida profissional.
  • Itinerários formativos: conjunto de disciplinas que os alunos poderão escolher para complementar o seu currículo. Entre elas estão: Linguagens e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Ciências da Natureza e Ciências Humanas e Sociais. Entenda melhor os itinerários formativos!

Se juntando a esses três elementos e surgindo como o quarto componente da grade curricular do Novo Ensino Médio estão as disciplinas eletivas.

O que são as Disciplinas Eletivas?

Em linhas gerais, as disciplinas eletivas são matérias que os alunos poderão escolher e que não fazem parte do itinerário formativo que ele está seguindo.

Por exemplo, um aluno que esteja seguindo o itinerário de Ciências Humanas poderá escolher uma disciplina eletiva de jogos matemáticos.

Elas seguem a mesma lógica das disciplinas optativas presentes em alguns cursos do Ensino Superior, e são importantes para que o conhecimento do aluno não fique muito restrito.

Geralmente, as disciplinas eletivas são mais curtas, com duração de apenas um semestre. Enquanto as disciplinas obrigatórias, o projeto de vida e os itinerários formativos acompanharão o aluno por toda a jornada do Ensino Médio.

Como criar Disciplinas Eletivas?

Não existe um método único para o momento da implementação das disciplinas eletivas, porém é importante escolher com sabedoria quais serão as disciplinas implementadas na sua escola.

Fatores como infraestrutura, profissionais necessários e interesses dos alunos devem ser levados em conta.

O lado positivo é que a gama de opções de disciplinas eletivas é gigantesca. Segue abaixo alguns exemplos:

  • Pesquisa científica
  • História da matemática
  • Literatura brasileira
  • Filosofia
  • Cultura afro-brasileira
  • Teatro
  • Esporte
  • Nutrição
  • Robótica

Dicas para o sucesso desses conteúdos

disciplinas eletivas

Agora que você já conhece alguns conteúdos e sabe que não existem regras na hora de implementá-los, veja algumas dicas para que esse processo ocorra com mais sucesso.

Crie debates

Como já foi dito, os interesses dos alunos devem ser levados em conta na escolha de quais disciplinas eletivas serão implementadas.

Esses interesses podem ser levantados por meio de pesquisas e debates, onde as possibilidades sejam apresentadas aos estudantes e eles possam sinalizar quais delas despertam maior interesse.

Crie Disciplinas Eletivas que conversem com o dia a dia dos alunos e da comunidade

Além do interesse, é importante que as disciplinas eletivas reflitam aspectos do cotidiano dos alunos e da sociedade nas quais ele está inserido.

Isso é fundamental não apenas para tornar as matérias mais atrativas, mas também para contribuir com a formação deles enquanto cidadãos que compreendem o mundo a sua volta em sua plenitude.

Sendo assim, disciplinas que ajudem a entender o contexto étnico-social de uma comunidade, que trabalhe a conscientização ambiental ou que discuta temas como diversidade e inclusão, são bem-vindas.

Dialogue com outras Instituições de Ensino

Manter uma relação próxima com outras escolas durante o momento de implementação das disciplinas eletivas é indicado por vários motivos.

Tanto para trocar experiências sobre métodos de implementação, quanto para fazer parcerias.

Por exemplo, se uma escola possui uma quadra de esportes e outra possui um laboratório de tecnologia, nada impede que os alunos de uma realizem suas disciplinas eletivas utilizando a infraestrutura da outra.

Ajude seus alunos na escolha das Disciplinas Eletivas

Os professores devem assumir o papel de mentor dos alunos, auxiliando-os na escolha tanto dos itinerários formativos quanto das disciplinas eletivas.

Para isso, é importante que eles possuam dados que informem os pontos fortes e as dificuldades de cada aluno, encaminhando-os para decisões mais assertivas.

Além disso, trabalhar com dados na educação traz inúmeros benefícios para as escolas, inclusive ajudando a identificar seus pontos fracos e aprimorar suas estratégias pedagógicas.

Leia mais sobre a importância dos dados na educação do futuro!

Inclua recursos tecnológicos nas aulas e nas avaliações

A tecnologia não deve ser apenas um instrumento para recolher dados e ajudar nas tomadas de decisão, sendo primordial que ela também faça parte do conteúdo e do processo avaliativo.

Quando pensamos no conteúdo, é recomendável implementar disciplinas eletivas que utilizem a tecnologia.

Desta forma, o aluno será preparado para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, onde a tecnologia desempenha papel protagonista.

Já quando pensamos nos processos avaliativos, a tecnologia pode se fazer presente através de um Software de Gestão de Provas.

Além de economizar tempo e esforço dos professores, essa tecnologia também ajuda a coletar os tão preciosos dados citados no tópico anterior e exibi-los em forma de relatórios.

Veja mais sobre como usar a tecnologia na correção de provas!

Avalie suas disciplinas eletivas com a Prova Fácil

Quando falamos sobre Software de Gestão de Provas, estamos automaticamente falando da Prova Fácil.

A Prova Fácil possui a ferramenta mais completa do mercado, que fornece suporte às escolas em todo o processo avaliativo: desde a elaboração das provas, passando pela logística da aplicação, até chegar na correção e na análise dos resultados.

Com essas análises, é possível não apenas ajudar o aluno a escolher suas disciplinas eletivas, como também avaliar a qualidade do ensino oferecido em cada uma delas e na Instituição de modo geral.

É com esses dados que a sua escola será capaz de completar sua caminhada rumo à excelência educacional e entrar no Novo Ensino Médio com o pé direito.

Leve a Prova Fácil para a sua escola e faça do Novo Ensino Médio e das disciplinas eletivas uma experiência transformadora!

Compartilhe este conteúdo:

Posts relacionados:

Inscreva-se em nossa Newsletter

Toda semana dicas e conteúdos educativos da Prova Fácil para você!