Como preparar sua escola para receber novas ferramentas tecnológicas?

Sumário

A tecnologia vem transformando todos os espaços do mundo à nossa volta: desde nossos lares até o mercado de trabalho. Sendo assim, a inserção da tecnologia na escola não pode deixar de ser uma prioridade.

Na hora de fazer essa inserção, muitas coisas devem ser pensadas: como ela impactará a rotina dos professores? E do restante da equipe acadêmica?

Além disso, é importante avaliar se os alunos e suas famílias estão preparados para compreender as mudanças que a tecnologia trará na rotina das aulas.

E ainda: será que a rotina das aulas será o único aspecto a passar por mudanças? Ou a tecnologia representa uma transformação mais ampla, que afeta todos os processos das escolas?

Essas e outras dúvidas, vamos esclarecer a partir de agora!

A importância da inserção da tecnologia na escola e no ambiente educacional

A importância da inserção da tecnologia na escola pode ser resumida em três pontos principais.

Primeiramente, ela aumenta o engajamento, já que estaremos utilizando recursos com os quais os alunos já estão acostumados, fazendo do aprendizado algo instigante.

Em segundo lugar, ela tem o potencial para facilitar os processos internos da escola. 

E isso afeta desde as obrigações do professor com a preparação das aulas até o planejamento de toda equipe pedagógica e da coordenação. 

E em terceiro lugar, ela ajuda os alunos a aprenderem mais. 

Segundo pesquisa realizada pelo psiquiatra William Glasser, os métodos tradicionais de ensino (ler e ouvir) fazem o aluno reter apenas 30% do aprendizado, já estímulos interativos e que convidem o aluno à participação podem fazer esse índice chegar a até 80%:

  • Leitura: 10%
  • Audição: 20%
  • Observação: 30%
  • Experimentação: 80%

Contexto pós-pandemia: sua escola já teve que se preparar!

Se você ainda está assustado com as mudanças que virão pela frente, lembre-se: experiências recentes já nos mostraram do que a tecnologia é capaz e que nós podemos nos adaptar a ela.

Segundo estudo realizado pela Educa Insights, durante a pandemia, 80% das Instituições de Ensino tiveram que realizar a migração digital às pressas, levando em média 45 dias neste processo.

Essa situação de crise trouxe ensinamentos, forçou professores e alunos a desenvolverem novas habilidades e mostrou caminhos para uma nova forma de pensar a educação.

Forma essa que, aliada a mais tempo para o desenvolvimento de estratégias e à volta da presencialidade, pode ajudar a construir um processo de ensino mais ágil, engajante e eficiente.

Veja mais sobre como fazer da tecnologia uma aliada na educação pós-pandemia!

Dicas de preparação para inserção da tecnologia na escola

O processo de inserção da tecnologia na escola pode parecer simples, mas como toda mudança de mentalidade, exige uma preparação minuciosa.

Veja abaixo algumas dicas para que essa implementação seja feita com sucesso!

Converse com seus professores

O primeiro passo é alinhar esse processo com aqueles que estão na linha de frente da educação: os professores.

No caso das tecnologias aplicadas aos processos internos da escola, o professor precisa entender a tecnologia como um agente facilitador, e não como uma obrigação. Por isso, explicar detalhadamente o uso de cada ferramenta e suas vantagens é primordial.

Já no caso das tecnologias utilizadas como ferramentas de ensino, é importante que os educadores saibam que não estão sendo substituídos. 

Seja qual for a ferramenta tecnológica utilizada (computadores, tablets, aplicativos específicos para educação), ela atuará apenas como um agente facilitador do aprendizado. O professor continua sendo a peça central deste processo.

Essa segurança eliminará possíveis resistências e tornará os profissionais mais engajados.

Una a inserção da tecnologia na escola com o seu plano pedagógico

A tecnologia por si só, não resolve nada. É preciso que ela venha acompanhada de um planejamento e seja implantada através de uma estratégia inteligente.

Por isso, é fundamental que esse tema seja discutido na elaboração do plano pedagógico, através de um diálogo democrático com todos os agentes da educação na escola.

Todos precisam entender as mudanças que as ferramentas tecnológicas trarão para o dia a dia escolar e estar alinhados em como comunicar essas mudanças aos alunos e fiscalizar se elas estão ocorrendo da maneira esperada.

Leia mais sobre como inserir a tecnologia no plano de gestão pedagógica!

Use a tecnologia em favor em favor das atividades desgastantes ou repetitivas

Além da tecnologia enquanto ferramenta de ensino, a inserção da tecnologia na escola passa também pela facilitação de processos internos da Instituição.

É possível usar softwares modernos para simplificar tarefas do dia a dia dos professores, como por exemplo, a correção de provas.

Através de um software de correção de provas, o professor pode simplesmente escanear o cartão de resposta do aluno e obter a nota em questão de instantes.

Essa funcionalidade faz com que os alunos recebam as notas mais rápido, evita erros no processo e ainda economiza tempo dos professores, permitindo que eles se dediquem mais à preparação das aulas e outras atividades.

Entenda melhor como otimizar a correção de provas com a ajuda da tecnologia!

Envolva os alunos e pais no processo

O diálogo aberto com pais, responsáveis e alunos durante o processo de inserção da tecnologia na escola também é fundamental.

Do lado das famílias, é importante que elas entendam o novo papel que a tecnologia assume no contexto pedagógico, tanto para estimular seus filhos quanto para não ficarem com dúvidas sobre os novos métodos adotados pela escola.

Em relação aos alunos, temos uma faca de dois gumes: por um lado, o uso da tecnologia tende a aumentar o engajamento nas aulas, já que se trata de algo pelo qual eles já possuem um interesse natural.

Por outro lado, é importante que seja feita uma delimitação clara de espaços.

O aluno precisa entender que, por mais que a tecnologia seja algo lúdico e estimulante, quando aplicada dentro da escola, ela tem o propósito de aprendizado. 

Isso é primordial para que ele consiga diferenciar os momentos em que usa a tecnologia em casa, como forma de lazer, e os momentos em que ela precisa ser encarada como ferramenta de ensino.

A Prova Fácil ajudando na inserção da tecnologia na escola

Como vimos, existem diversos detalhes aos quais precisamos estar atentos no momento da inserção da tecnologia na escola.

Apesar dos desafios, tudo se torna mais fácil com a ajuda de uma ferramenta moderna, capaz de otimizar os processos internos e pedagógicos, além de inserir a tecnologia na realidade escolar de maneira inteligente. Essa ferramenta é a Prova Fácil!

Com as soluções Prova Fácil, você consegue otimizar os seus processos de avaliação, além de ter acesso a dados e relatórios completos que ajudarão a traçar as mais eficientes estratégias pedagógicas.

Leve a Prova Fácil para a sua escola e coloque a tecnologia na linha de frente para a construção de uma educação moderna em todos os níveis: do planejamento à execução, dos processos internos à rotina da sala de aula.

Compartilhe este conteúdo:

Posts relacionados:

Processo seletivo humanizado

Processo Seletivo Humanizado

No competitivo mercado de trabalho atual, as empresas estão constantemente buscando maneiras inovadoras de atrair e reter os melhores talentos. Uma abordagem que tem ganhado

Leia mais

Inscreva-se em nossa Newsletter

Toda semana dicas e conteúdos educativos da Prova Fácil para você!